Empreender na crise: Quais são os tipos de negócios que podem crescer em épocas difíceis?

empreenda na crise

Empreender na crise: Quais são os tipos de negócios que podem crescer em épocas difíceis?

Apesar da economia não andar lá essas coisas e a inflação ter aumentado bastante nesses últimos meses, algumas pessoas que acreditam no seu potencial se habilitam a empreender na crise e muitos negócios têm conseguido crescer mesmo em épocas tão difíceis.

Temos certeza que você, que está se sentindo ameaçado, vendo seu negócio em risco nestes últimos tempos, deve estar querendo mesmo uma solução para empreender na crise, correto?

Então, nós da Visão AE, afirmamos categoricamente: “É possível empreender na crise”! E por isso, preparamos para você um artigo especial sobre alguns tipos de negócios que crescem nesse tempo de dificuldades e de necessidades de superação.  Boa leitura!

Redes de microfranquias

Para quem precisa empreender e está certo de abrir um negócio próprio, mas não deseja investir muito, as redes de microfranquias podem ser uma excelente saída.

Algumas, inclusive, são mais bem quistas do que outras. Um exemplo de microfranquia que tem sido muito utilizada no momento, são as Clear Clean, que se trata dos serviços ligados a limpeza comercial e residencial.

A PEC das Domésticas causou uma grande repercussão e gerou muitas oportunidades para empresas deste setor. E como esses negócios não possuem vínculo empregatício por parte do serviço de limpeza contratado e cliente, é um negócio rentável e muito solicitado por escritórios, clínicas, empresas de pequeno, médio, grande porte e até domicílios. Os ramos de limpeza de carpete e impermeabilização de sofás têm dado muito certo também.

Espetinhos e tira gostos

Muitos empresários que começaram pequenos, hoje possuem uma renda muito satisfatória, além de terem conseguido constituir um grande negócio ao longo do tempo.

O segmento de espetinhos, tira gostos e bebidas sempre fez sucesso e mesmo na crise, pode ser a solução para muitos empreendedores. Muitos empreendimentos desse segmento têm se especializado em caldos e receitas especiais que não somente agradam o público, mas também conquistam espaço diferenciado no mercado.

No entanto, para entrar nesse ramo é preciso aguentar a maratona da madrugada, gente jovem e clientela um tanto exigente. Por isso, antes de entrar nesse setor é preciso se especializar. O Sebrae pode te ajudar muito se sua decisão para empreender na crise for empreender com gastronomia.

Rejuvenescimento facial e íntimo

A área de estética sempre foi muito buscada e mesmo em meio a economia abalada, o público que já aderiu aos tratamentos de rejuvenescimento com botox, ou químicas para retardar e reparar os efeitos da idade. As pessoas sempre estão em busca de auxílio nesse sentido. Além disso, cresce ano após ano, o número de pessoas interessadas nesses procedimentos.

Além dele, existem as cirurgias íntimas (área ginecológica) muito buscadas também pelas mulheres. Os procedimentos íntimos são para melhorar a aparência física e estrutural dos órgãos íntimos (bem como sua sensibilidade) e podem ser feitos com procedimentos mais invasivos ou através de máquinas a laser.

Marketing digital

A era da tecnologia trouxe diversidade e mudanças no comércio. Hoje, alimentos, livros, informações e todo os tipos de dados são vendidos pelo meio digital. Sendo assim, esse também é um forte negócio e que tem trazido alto lucro para empresas e parceiros.

O marketing digital é trabalhado por diversos tipos de agências que produzem e criam estratégias na internet, dentre elas: Produtoras de Sites, Agências de Marketing de Conteúdo, Agências especializadas em links patrocinados (Mídias sociais e Google) dentre outras. É um ótimo nicho para que você empreenda na crise.

Comércio de produtos esportivos

Hoje se fala muito em vida saudável e não ao sedentarismo. Por isso, empreendimentos relacionados ao comércio de artigos esportivos estão muito em alta. A diversificação de itens esportivos faz com que clientes possam encontrar barras (pesos), roupas e suportes para as atividades físicas diárias, mesmo que a domicílio.

O comércio desses produtos movimenta bastante dinheiro e se torna interessante, pois o público-alvo tem maior poder aquisitivo; se importa com a saúde e não mede esforços para pagar a mais em um equipamento de ginástica ou em itens de academia. Viu que ótima oportunidade para você empreender na crise?

Empresas de softwares

Como o e-commerce e as vendas online tem “caído no gosto popular”, não é difícil as empresas precisarem de sistemas e plug-ins que facilitem a demanda, cadastramento e vendas, sendo assim, muitos empresários têm se atentado para esse mercado, criando e vendendo diversos tipos de softwares, seja para gestão ou para agilizar o cadastramento de produtos e facilitar negociações e comércio das ofertas. Empresas de softwares se apresentam como uma grande oportunidade para você empreender na crise.

Conclusão

Você como empreendedor tem que se atentar às oportunidades que surgem durante os momentos de crise. Procure algo diferente, inovador e fuja dos chamados “modismos”, pois “andar com a manada” em momentos de crise, pode ser um grande erro.

Cuidado também com um problema chamado Miopia Corporativa, isto é, achar que mesmo com a crise financeira que todos estamos passando, nada mudou para o seu negócio. Isto pode ser um erro fatal. É importante entender quais são os riscos e as oportunidades que a crise geram. Faça uma análise detalhada do seu negócio, reveja os pontos fortes e fracos e entenda todas as ameaças e oportunidades para empreender na crise que se apresentam.

O mundo corporativo apresenta cenários distintos para cada tipo de empresa, e cada segmento sofre pelas sazonalidades e situações que se apresentam de forma específica, de acordo com suas peculiaridades. Por isso, o que você tem feito para não ser atingido? Seu negócio está em risco? Você tem aproveitado a crise para pesquisar e quiçá se especializar em novos nichos e mercados de atuação? O que você tem feito para aproveitar as diversas oportunidades que a crise que estamos passando lhe oferece, para que assim você possa empreender na crise? Pense nisso…

Agora, seja qual for o nicho que você deseje atuar, fique atento à burocracia legal, à gestão financeira, gestão contábil e o planejamento adequado para que o negócio seja próspero. Lembre-se: Cuidar da saúde financeira do empreendimento é fundamental para que o seu negócio cresça forte e saudável !

Até a próxima!

Nenhum comentário

Postar um comentário