Nova ferramenta de auditoria permite maior flexibilidade na análise de informações dos contribuintes

Nova ferramenta de auditoria permite maior flexibilidade na análise de informações dos contribuintes

As equipes técnicas da Gerência Geral de Planejamento Fiscal (Gerplaf) e da Superintendência de Tecnologia da Informação (Supertec) entregaram aos auditores tributários uma nova ferramenta para consulta e análise de informações sobre contribuintes contidas nos bancos de dados da Sefaz em menor tempo e com amplitude maior dos períodos a serem fiscalizados.

O “Portal BI – Cubos” foi desenvolvido para auxiliar o auditor no acompanhamento do cumprimento das obrigações principais e acessórias do contribuinte num menor tempo, funcionando como um filtro para os dados que o auditor precisa ao realizar a auditoria, em que os resultados das pesquisas são apresentados conforme os dados que o auditor queira confrontar. Com isso, pode-se monitorar e auditar um maior número de empresas em menos tempo, proporcionando ainda o compartilhamento de experiências de rotinas de auditoria e maior flexibilidade na análise das informações dos contribuintes.

Segundo a auditora Rosane da Silva Franco, que realizou o treinamento, a nova ferramenta agiliza o diagnóstico fiscal da empresa a ser auditada e oferece elementos que subsidiarão uma melhor análise crítica dos procedimentos por parte dos auditores, resultando em uma melhoria da produtividade.

“Ganhamos uma maior agilidade na consulta ao banco de dados da Sefaz, uma consulta em menor tempo e com amplitude maior dos períodos a serem fiscalizados, tornando o Fisco proativo. Por exemplo, com o Portal BI – Cubos não é preciso baixar os arquivos ano a ano. Além disso, qualquer atualização promovida pelos contribuintes pode ser visualizada de forma maios rápida”, explicou.

A auditora complementou informando que a nova ferramenta pode atualmente ser utilizada com relação ao banco de dados da arrecadação, Documento Fiscal Eletrônico, Escrituração Fiscal Digital, cartão de crédito e na execução de auditoria e monitoramento de empresas.

Fonte: Sefaz SE

Nenhum comentário

Postar um comentário